Tu e Eu & Eu e Tu

Um blog de algodão doce

MOMENTOS ETERNOS Junho 19, 2008

BANCO DE JARDIM
Aqui
Sentada neste banco de jardim penso em como a vida pode ser vazia.
Vazia de pessoas, vazia de sentimentos, vazia de tudo e vazia de nada. Não há nada mais triste que ter uma existência vazia, de que serve ter tudo, de que serve ser tudo se no fundo no fundo não ter nada.
Podem ter constituido familia, mas esta ser apenas um traço na vida, mais um dos traços que fazemos porque, enfim, fica bem ter familia, ser responsável, mostrar o que não se é.
Mas porquê? Porque é tão importante mostrar, não será melhor ser. Eu não quero mostrar ser responsável, eu quero ser responsável, não quero mostrar ser amiga, eu quero ser amiga, não quero mostrar o que não sou, eu quero ser e mostrar aquilo que sou e de que muito me orgulho. Não tenho problemas de consciência, não tenho problemas que me tirem o sono, não tenho tristezas e tenho amigos, tenho uma vida que em nada é vazia.
Mas afinal quem sou? Mais uma pessoa que é o que é, mostra-se tal qual como é e nunca mas nunca faz traços na sua vida.
Tenho um vazio, o vazio do fica bem, o vazio do assim é que deve ser, a sociedade gosta assim. Não, a sociedade que goste do que lhe apetecer porque eu gosto de mim.
A VIDA É MESMO ASSIM
Encontrei há pouco tempo um texto na blogesfera que me fez pensar.
Acho que qualquer pessoa se identifica com ele, não é a simples caracterização de um individuo, é antes a caracterização de quase todo ser humano, senão vejam lá:
“Já perdoei erros imperdoáveis!
Já tentei substituir pessoas insubstituiveis!
Já tentei esquecer pessoas inesqueciveis!
Já fiz coisas apenas por impulso!
Já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também já decepcionei alguém!
Já abracei para proteger!
Já me ri quando não podia!
Fiz amigos eternos!
Já fui amada e não amei!
Já amei e fui amada, mas também já amei e não fui amada!
Já gritei e pulei de tanta felicidade!
Já vivi de amor e fiz juras eternas!
Já chorei ouvindo musica!
Já chorei vendo fotos!
Já liguei só para escutar uma voz!
Já me apaixonei por um sorriso!
Já tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo) Mas vivi… e ainda vivo!!”
O amor no centro da vida, há quem um dia disse ” O amor move montanhas”….
Anúncios
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s