Tu e Eu & Eu e Tu

Um blog de algodão doce

Lar, doce lar Dezembro 4, 2007

Filed under: Blogroll — hanokas @ 4:23 pm
Aqui sentada neste banco de jardim vejo um mundo cinzento e triste.
Triste como que a imaginar que o fim está próximo.
Olho o mundo com os meus olhos marejados de lágrimas que teimam em escorrer pelo meu rosto. Terá sido uma partida da vida? Uma rasteira ou uma lição?
Mas não fico à espera da resposta, levanto-me, ergo a cabeça e caminho pelo mundo ao invés de ver o mundo a passar por mim.
Agora o mundo ganhou cor, alegria, forma e as flores cheiro.
É para este mundo alegre que eu caminho onde existe um lugar aconchegante, onde tenho dois braços à minha espera, onde sei que irei ser feliz.
A este lugar chamo “meu”, a este lugar chamo casa.
 

A vida é mesmo assim Novembro 2, 2007

Filed under: Blogroll — hanokas @ 4:59 pm

Encontrei há pouco tempo um texto na blogesfera que me fez pensar.

Acho que qualquer pessoa se identifica com ele, não é a simples caracterização de um individuo, é antes a caracterização de quase todo ser humano, senão vejam lá:

“Já perdoei erros imperdoáveis!

Já tentei substituir pessoas insubstituiveis!

Já tentei esquecer pessoas inesqueciveis!

Já fiz coisas apenas por impulso!

Já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar, mas também já decepcionei alguém!

Já abracei para proteger!

Já me ri quando não podia!

Fiz amigos eternos!

Já fui amada e não amei!

Já amei e fui amada, mas também já amei e não fui amada!

Já gritei e pulei de tanta felicidade!

Já vivi de amor e fiz juras eternas!

Já chorei ouvindo musica!

Já chorei vendo fotos!

Já liguei só para escutar uma voz!

Já me apaixonei por um sorriso!

Já tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo) Mas vivi… e ainda vivo!!”

O amor no centro da vida, há quem um dia disse ” O amor move montanhas”….
 

Amor é fogo que arde sem se ver Setembro 19, 2007

Filed under: Blogroll — hanokas @ 6:38 pm

Amor é fogo que arde sem se ver;

É ferida que dói e não se sente;

É um contentamento descontente;

É dor que desatina sem doer;
É um não querer mais que bem querer;

É solitário andar por entre a gente;

É nunca contentar-se de contente;

É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;

É servir a quem vence o vencedor;

É ter com quem nos mata lealdade;
Mas como causar pode ser favor

Nos corações humanos amizade,

Se tão contrário a si é o mesmo AMOR?
(Luís de Camões)
 

Já disse que te amava hoje?? Agosto 21, 2007

Filed under: Blogroll — hanokas @ 5:11 pm
Há dias em que acordo com dez anos, o cabelo despenteado e os olhos a brilhar como duas estrelas. Podes estar ou não ao meu lado a dormir como uma criança, ou a viver na minha memória, mas sinto sempre o teu cheiro a leite e oiço a tua respiração regular e vejo o teu peito a subir e a descer ao ritmo do teu coração.
Às vezes os outros carros buzinam porque estou distraída, mas não me importo, faço tudo devagar, com a doçura e a sabedoria dos eternos apaixonados que vivem a sonhar acordados, que viajam para outras cidades em sonhos, que adivinham o futuro melhor do que qualquer cartomante, que imaginam cada dia como o dia perfeito das suas vidas.
Tu és o meu amor perfeito, que me faz acordar cada dia com mais vontade de viver, de ser feliz de te ter ao meu lado. Tudo porque eu amo-te e porque és o meu amor perfeito.

Se tu viveres 100 anos eu quero viver 100 anos menos um dia, assim terei a certeza que nunca te irei perder.
 

Será do tempo? Novembro 4, 2006

Filed under: Blogroll — hanokas @ 12:06 am
Será que o tempo é infinito?
Não tenho resposta para dar, mas com o tempo talvez ela apareça, pois ele para o mais comum dos mortais é limitado.
Nós não somos eternos e o nosso tempo está definido, o tempo de chegada e o tempo de partida.

No entanto, temos duas hipóteses:
– Passamos o tempo a sorrir;
– Deixamos que o tempo passe e que seja ele a rir-se de nós.

Eu prefiro a primeira hipótese. Passar o tempo da melhor maneira possível, aproveitar o que de bom tem para nos oferecer, e sobretudo sem pressas para ele passar bem devagar. Saborear cada momento, cada segundo pois o que vem a seguir é uma incógnita.
O tempo nos dá e tira tempo.
Dá-nos o bom e o mau.
Dá-nos sorrisos e tristezas.
Dá-nos amigos leva-nos amigos.
Mas dá-nos o mais importante para quem quer e sabe aproveitar:
TEMPO
Um tempo para aproveitar uma nova oportunidade.

O tempo cura todos os males, todas as feridas, todas as dores, todos os amores. Mas será que cura os males, as feridas, as dores e os amores da alma??
Não sei, só o tempo dirá…

 

Honestamente!!!! Novembro 2, 2006

Filed under: Blogroll — hanokas @ 10:05 pm


A ONU resolveu fazer uma grande pesquisa mundial. A pergunta era:

“-Por favor, diga honestamente, qual a sua opinião sobre a escassez de alimentos no resto do mundo.”

O resultado foi desastroso. Foi um fracasso total.

– Os europeus não entenderam o que era “escassez”;
– Os africanos não sabiam o que era “alimentos”;
– Os argentinos não sabiam o significado de “por favor”;
– Os norte – americanos perguntaram o significado de “o resto do mundo”;
– Os cubanos estranharam e pediram maiores explicações sobre “opinião”;
– E o congresso brasileiro ainda está debatendo o significado de “honestamente”….

 

Castelos de areia

Filed under: Blogroll — hanokas @ 1:48 am
“Num dia de verão, estava na praia, observando duas crianças brincando na areia. Elas trabalhavam muito, construindo um castelo de areia, com torres, passarelas e passagens internas. Quando estavam quase acabando, veio uma onda e destruiu tudo, reduzindo o castelo a um monte de areia e espuma. Achei que, depois de tanto esforço e cuidado, as crianças cairiam no choro. Mas tive uma surpresa. Em vez de chorar, correram pela praia, fugindo da água, rindo de mãos dadas e começaram a construir outro castelo. Compreendi que havia aprendido uma grande lição: gastamos muito tempo da nossa vida construindo alguma coisa e, mais cedo ou mais tarde, uma onda poderá vir e destruir tudo o que levamos tanto tempo para construir. Mas quando isso acontecer (e aqui eu digo, se isso acontecer), somente aquele que tem as mãos de alguém para segurar, será capaz de sorrir!”
“Só o que permanece é o amor, o carinho e a amizade. O resto é feito de areia.”